Fiuk lança músicas rejeitadas por gravadoras anos atrás

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Fiuk vai lançar músicas descartadas por gravadoras.
FILHO DE FÁBIO JR. E IRMÃO DE CLEO, O ARTISTA TEM MUITO AO QUE MOSTRAR.

Fiuk é um nome famoso para a maioria das pessoas, mas quem se aprofunda mais na história desse artista, consegue perceber suas características tão singulares. Nascido em São Paulo, é filho da empresária Cristina Karthalian, e do cantor Fábio Jr. Imerso à música desde criança, o cantor é apaixonado por diversas sonoridades desde muito pequeno, quando seus pais o colocaram para fazer aulas de violão. E ele tinha apenas 8 anos de idade.

O que começou como um hobby, logo virou paixão. Aos 13 anos, Fiuk decidiu que queria seguir os passos do pai, Fábio Júnior. Para imergir ainda mais no universo musical, se mudou para a casa de Fábio nessa idade e começou a acompanhar o artistas como assistente de palco.

A experiência fez com que, em 2005, Fiuk se tornasse vocalista da banda No Name, mas em pouco tempo saiu para ser vocalista da banda Hori, um grupo fundado por ele.

Carreira de ator

Em paralelo ao trabalho musical, Fiuk decidiu explorar outras possibilidades nas artes. E foi em 2008 que o artista fez sua estreia nos cinemas. Ele atuou no filme “As Melhores Coisas do Mundo”, tendo o papel de Pedro, o filme foi lançado em 2010.

No mesmo ano, teve sua estreia na TV, na novela teen Malhação (Rede Globo), com papel de Bernardo, tendo suas músicas “Quem Eu Sou ” e “Só Você” na trilha sonora da trama. Em 2010 teve a canção “Eterno Para Você”, escrita por ele,  como trilha sonora do filme “Eclipse”, da saga Crepúsculo. No  fim do mesmo ano se lançou como escritor, com sua autobiografia, “Diário de Fiuk”.

No final de 2010, juntamente com  seu pai, fez o especial  “Tal pai, Tal filho”.  No mesmo mês, saiu da banda Hori para seguir carreira solo.

No fim de 2011 lançou seu primeiro álbum solo, “Quem Sou Eu”  neste mesmo ano atuou na novela Aquele Beijo. No mesmo ano passou a apresentar o programa Coletivation, exibido na MTV.  Ainda em 2011, teve seu segundo álbum de estúdio, entitulado, “Vira-Lata”. Neste álbum teve a partição de outros artistas, entre eles, Manu Gavassi.

Em 2013, gravou o longa metragem “Júlio Sumiu”. O filme teve estreia no segundo semestre de 2014. Em 2015, viveu Carlinhos no filme “Divã 2”. Em 2016, integrou no elenco da segunda temporada da série “Lili, a Ex”. No mesmo ano, fez sua estreia no teatro, no papel de João o Apóstolo, na peça Paixão de Cristo, de Nova Jerusalém.

Já em 2016, lançou a single “Amor” (Na sua versão mais pura ). Em 2017, foi um dos protagonistas da novela “A Força do Querer”, interpretando o personagem Ruy. No mesmo ano protagonizou, ao lado de Thiago Fragoso, o filme “O Galã”,  interpretando Raul.

Em janeiro de 2021, Fiuk foi convidado para participar do reality show Big Brother Brasil, da Rede Globo, sendo um dos finalistas, ficando na 3° colocação.

Vale lembrar que o ator carrega uma coleção de indicações em premiações. Fiuk esteve no palco do Prêmio Jovem em 2010 (melhor Ator Revelação) e em 2017, Melhor ator, votado pelo público de casa.

Em uma entrevista ao G1, o ex-BBB, falou que vai lançar um álbum ainda este ano, e neste mesmo álbum vai conter músicas que ele mesmo escreveu, mas  que foram rejeitadas por diretores e gravadoras e por isso ficaram anos guardadas. Durante sua passagem pelo reality, Fiuk deixou claro suas inseguranças diante da opinião do público. Ele também falou sobre a vontade de ser pai em breve. Vale lembrar que o cantor está solteiro, mas durante sua participação na edição 21 do programa, teve uma relação amorosa com a colega de confinamento, Thais, mas nada passou dos muros da casa mas vigiada do Brasil.

Música

Após a passagem pela TV, Fiuk vêm dedicando seus esforços à música. Seu mais recente lançamento foi a faixa “Big Bang”, cujo clipe contou com participação de Gil do Vigor, seu amigo e parceiro de confinamento.

Vale lembrar que o ator carrega uma coleção de indicações em premiações. Fiuk esteve no palco do Prêmio Jovem em 2010, quando venceu na categoria “Melhor Ator Revelação”.

Anitta e Fiuk no palco do Prêmio Jovem Brasileiro, em 2014.
Anitta e Fiuk no Prêmio Jovem Brasileiro, em 2014. Foto: Caio Duran/Photo Rio News/UOL

Junto ao PJB, aliás, Fiuk tem uma grande relação. Em 2012, ele se apresentou no Prêmio Jovem Brasileiro, que aconteceu no Memorial da América Latina, em São Paulo. Em 2017, Fiuk levou o prêmio de “Melhor Ator”, pelo voto da galera.

Texto: Adriano Mendes (@adrianomendesgomes) – Embaixador Prêmio Jovem Brasileiro

Edição: Daniel Outlander

Foto: Reprodução / Instagram

Equipe Prêmio Jovem

Equipe Prêmio Jovem

A maior premiação jovem do mundo!

deixe seu comentário!

CADASTRE-SE ABAIXO

    Skip to content ...