Normani fala sobre comparação com Beyoncé: ‘Fico honrada, mas é assustador’

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Artista comentou sobre pressão em participação em podcast.
ARTISTA COMENTOU SOBRE PRESSÃO EM PARTICIPAÇÃO EM PODCAST.

Normani é um talento e isso é inegável. Crescendo em sua carreira solo, a cantora vem sendo comparada a outros grandes nomes da música, o que é super legal. Dessa forma, além de sentir que está seguindo um bom caminho musical, a estrela também começa a ver a pressão, o que é natural.

Pela primeira vez, a norte-americana se posicionou em relação às comparações a grandes nomes da música, como as cantoras Rihanna e Beyoncé.

“Acho que sempre senti como se nunca tivesse espaço para cometer erros”, disse ela. “Tenho pessoas me comparando a artistas que estão por aí há mais de 15 anos, o que é lindo e estou muito honrada com isso, mas, ao mesmo tempo, é assustador.”, disse a cantora.

Artista comentou sobre pressão em participação em podcast.
Normani. Foto: Reprodução / Facebook

Além disso, em entrevista ao podcast de Ebro Darden no Apple Music, Normani falou sobre a pressão que é adicionada ao seu trabalho em decorrência da comparação. Segundo ela, as expectativas para seu êxito ficam ainda mais em evidência.

“Mas isso é uma pressão extra sobre mim que eu senti que não poderia cometer nenhum erro que qualquer novo artista poderia cometer. É por isso que acabo sendo um perfeccionista e de certa forma, isso me impediu de aproveitar o processo de gravação do meu primeiro álbum. Mas eu tive que me controlar rapidamente e me lembrar que eu sou Normani antes de ser qualquer coisa, ”ela continuou.

‘Wild Side’

A recente parceria entre Normani e Cardi B é um marco na carreira da artista. Em decorrência disso, a estrela mencionou ainda como essa faixa tem sido importante para mostrar sua versatilidade.

“Foi muito importante para mim liderar com este álbum, especificamente porque a representação é a chave, e eu vindo de um grupo multicultural, um grupo pop muito mainstream, eu queria que meus fãs vissem essa outra camada de mim”, ela compartilhou . “Não apenas artisticamente, mas tipo, essa é quem eu sou como pessoa. Eu sou uma mulher negra que pode fazer pop, mas também posso estar gravando com Cardi”.

“Eu sou todas essas coisas. E eu sinto que as pessoas são tão rápidas em me colocar em uma caixa e criar barreiras, mas sempre expressei o fato de que quero ser sem gênero, posso fazer tudo”, acrescentou Normani.

Daniel Outlander

Daniel Outlander

Tenho 28 anos, sou jornalista e publicitário e Jovemnático! Amo música, cultura em geral, e assino a edição dos textos no site do Prêmio Jovem Brasileiro.

deixe seu comentário!

CADASTRE-SE ABAIXO

    Skip to content ...