‘Ilha Record’: reviravoltas e exílio marcam segunda semana

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
A segunda semana de “Ilha Record” começou de uma maneira eletrizante. Dinei foi o primeiro exilado da semana anterior. Os exploradores quando exilados têm acesso a todas as câmeras e tem a chance de mexer na dinâmica do jogo, e a primeira grande mudança que ele fez foi poder escolher quem seria o 2 comandante do próximo ciclo, já que o primeiro já tinha sido pré definido com a vitória de Claudinho Mattos na Prova da Sobrevivência.
SAIBA TUDO O QUE ACONTECEU NO REALITY.

A segunda semana de “Ilha Record” começou de uma maneira eletrizante. Dinei foi o primeiro exilado da semana anterior. Os exploradores quando exilados têm acesso a todas as câmeras e tem a chance de mexer na dinâmica do jogo, e a primeira grande mudança que ele fez foi poder escolher quem seria o 2 comandante do próximo ciclo, já que o primeiro já tinha sido pré definido com a vitória de Claudinho Mattos na Prova da Sobrevivência.

Reviravolta na Prova de Equipe

Quando os exploradores chegaram ao local de prova, esperam encontrar uma prova para decidir quem seria o próximo comandante do novo ciclo até chegarem lá e se depararem com uma grande surpresa. Nanah tinha sido a escolhida para ser a nova comandante, eles não sabiam mas aquilo já era obra do exilado Dinei de ter dado a liderança para sua aliada de jogo. 

As equipes então são formadas e desta vez temos na equipe Esmeralda com liderança de Nanah: Any Borges, Laura Keller, Matheus (MC Negão da BL), Pyong Lee, e Valesca Popuzuda. Na equipe Rubi temos novamente Claudinho como comandante e também: Antonella, Lucas Selfie, Mirella Gêmea Lacração, Nadja Pessoa e Thomaz Costa.

Equipes formadas e na primeira prova da semana tivemos um desafio de diversas habilidades, e a equipe que as cumprisse mais rápido enquanto erguia o seu comandante por cordas vencia a prova. Um teste de fluidez para o time, além de te testar até o último com provas físicas enquanto lida com o cansaço. 

Any foi um personagem importante para a equipe Esmeralda, sua tarefa era cortar uma corda com um machado e ela acabou cortando em lugares errados, fazendo com que seu time perdesse tempo de prova, porém Mateus foi correndo a seu encontro ajudá-la. Mesmo com seu erro a equipe Esmeralda foi a vencedora, um episódio de reviravoltas e muita emoção durante a prova. 

Nanah se mostrou sendo uma boa líder dividindo os 4 mapas que ganharam após o término da prova os distribuindo para Valesca, Any, Mateus e mantendo um para si mesma. 

Primeiro exílio

A equipe Esmeralda, de recompensa por terem ganhado a prova de Equipe, ganharam uma tarde na praia da “Ilha Record” com direito a espreguiçadeiras e bebidas, apesar de uma tarde tranquila ao final da recompensa, Valesca e Mateus acabaram discutindo. 

Com a votação se aproximando a votação já logo imaginou que Nanah sendo a comandante campeã deste ciclo indicaria o Thomaz para a Prova de Sobrevivência. Na semana anterior, Thomaz era o comandante da equipe Esmeralda e indicou Dinei para a Prova de Sobrevivência no qual ele acabou perdendo e indo parar no Exílio, muitos da casa viram aquilo como traição por parte dele, principalmente Nanah e Mateus que eram amigos e aliados de Dinei

O motivo da discussão de Mateus e Valesca foi que Valesca estava concordando com a situação de indicar Mirella para a Prova de Sobrevivência e enfrentar Thomas na arena, em um cenário no qual Nanah indicaria o explorador para a prova. Mateus se tornou contra a esta jogada já que Mirella além de ser sua amiga, era um alguém que ainda não tinha acordado pro jogo e seria um alvo fácil para a maioria. 

Laura presenciou toda a discussão dos dois, que deixou tanto Valesca como Mateus de cara fechada um para o outro. Mais tarde naquele mesmo dia aconteceu uma dinâmica na Vila que para quem sabe jogar, só beneficia. Com isso, os exploradores tinham que escolher em um quadro quem eram os competidores considerados Tubarões (Aqueles que têm mais garra para jogar), Polvo (aquele que é bom e pode te envolver nos tentáculos sem que você perceba), Tartaruga (aquele que é lento mas pode ir longe no jogo), Água Viva (pode parecer inofensivo, mas pode te queimar), e Água Marinha (a planta do jogo). 

Dessa forma, Valesca enfrentou Mateus o lembrando da discussão que tiveram mais cedo e mostrando a ele que tem sim educação, coisa que ele havia alegado que ela não tinha. Nadja entrou em um embate com Mateus que não a considera confiável. Pyong pega pesado com Mirella dizendo que ela ainda não acordou pro jogo e não sabe quando ela irá acordar. 

No fim da dinâmica, Claudinho ganhou 15 mil reais, por ter sido o competidor mencionado mais vezes de estar na posição de Tubarão na pirâmide proposta a eles. Já Mirella teve voto unânime como Alga Marinha, durante a dinâmica ela se mostrava cada vez mais atenta e preparada para a mudança e não ser mais a alga marinha que todos pensavam que ela fosse, até o momento que a apresentadora Sabrina Sato surpreende a todos. 

O Guardião aparece e entrega a Sabrina um recado que nele dizia que aquele explorador que tivesse sido mais votado como Alga Marinha seria exilado do jogo naquele mesmo momento. Depois do choque de todos, Mirella se despede dos colegas e deixa seu único mapa na posse de Any

Alianças cada vez mais fortes

A chegada de Mirella ao Exílio conforta Dinei, que já estava se sentindo sozinho a um tempo, mas ao mesmo tempo faz Mirella perceber que ela tinha acabado de sair do jogo. Dinei explica a ela que tudo aquilo era uma jogada de Pyong que queria levar a menina à Prova de Sobrevivência contra Thomaz para que o menino voltasse e ela fosse a exilada, em um cenário onde Nanah como comandante campeã já teria indicado o garoto. 

Ao perceber que Pyong estava por trás de uma grande armação, Mirella decide fazer de tudo o que puder dali do Exílio com a ajuda de Dinei para que todos percebam quem ele é, e levá-lo também a gruta juntamente a eles. 

Lucas percebe que existe uma grande chance da casa votar nele para que ele vá para a Prova de Sobrevivência, dividido entre sua aliança com Nadja e a sua aliança com Claudinho e Any, ele se vê numa posição onde precisa fugir da berlinda. Nadja fica cada vez mais próxima do grupo de Pyong e Thomaz, se tornando aliada fiel a eles. 

Mateus e Nanah se juntam a Claudinho, Lucas e Any e ali fecham um quinteto onde planejam levar Thomaz e Pyong para a berlinda, Nanah indicaria Thomaz até o momento em que Lucas consegue convencê-la de que se indicasse Pyong, a casa votaria em Thomaz e assim fazendo com que os dois aliados se enfrentam para ver quem sai do jogo ou quem fica. 

Já do outro lado Pyong e Thomaz juntamente com suas aliadas Nadja, Antonella e mais recentemente com a adição de Valesca, tentam fazer de tudo para convencer Laura que vote em Lucas, pois eles sabiam que Claudinho era bom em prova então queriam tirar outro grande explorador mas que fosse estrategista como Pyong

Na votação outra grande surpresa, algumas alianças prevaleceram mais do que outras. Em seguida, Pyong e Lucas acabaram sendo indicados pela comandante Nanah e o mais votado da Vila, respectivamente, a se enfrentarem na Prova de Sobrevivência

Dinei e Mirella tiveram a chance de escolher do Exílio um participante que revelasse seu voto para todos os colegas e eles escolheram Pyong, alegando de que alguém se ligaria o porquê de terem escolhido o hipnólogo como um aviso para que tomem muito cuidado com ele. 

Prova + exílio

Lucas e Pyong se enfrentam em uma prova, onde desde o começo Pyong se demonstra com mais vantagem em relação a Lucas, uma prova de paciência mas também rapidez, Pyong se sobressai e vence. Lucas deixou seu único mapa com Pyong, deixando Dinei e Mirella confusos com esta decisão, já que eles assistiam de lá do Exílio. 

A chegada de Lucas no Exílio não foi nada amigável, Dinei já logo demonstra que não gostou da atitude do garoto de ter feito uma jogada na hora do mapa e dado a Pyong em vez de dar aos seus aliados. Lucas enfrenta Dinei com sua decisão fazendo com que os dois se estranhem um pouco no começo, mas logo tudo ficou bem. 

Lucas teve um pouco de dificuldade no começo de aceitar que acabou parando no Exílio, e que Pyong o venceu duas vezes no jogo, de forma estratégica na votação, e de forma jogadora durante a prova. Ao saber que poderia interferir no jogo do Exílio o deixou um pouco mais animado, somando mais um para o clube dos contra o Pyong

A volta de Pyong a sede deixa alguns competidores muito felizes, e outros preocupados, aqueles que tinham acabado de se juntar ao grupo ficaram felizes por ter escolhido o lado certo e aqueles que perderam mais um aliado ficaram para trás. Pyong voltou para a casa como comandante porém fez a jogada de dizer que não voltou comandante e de que na verdade escolheria o próximo comandante, escolhendo Claudinho e indicando alguém direto para a Prova de Sobrevivência que seria Nanah

Seu blefe funciona, e a casa toda frita com a possibilidade de já ter Nanah na prova, e Claudinho pela terceira semana consecutiva como comandante.

Festa + estratégia

Uma festa do tema Havaí anima os exploradores. Pyong e Thomaz não cansam de demonstrar sua satisfação e felicidade de terem vencido essa última Prova que resultou na eliminação do Lucas, o que deixa Mateus bem incomodado. 

Laura se mostra uma jogadora inteligente, em que pelo seu porte físico é algo que todos os jogadores querem ter em seu time, e no momento não é alvo de ninguém por manter uma boa relação com todos dentro da casa. Pyong e Thomaz fazem altas promessas durante a festa do que vão fazer no próximo ciclo o que deixa Antonella bem animada, por estar se aliando com quem está vencendo. 

No entanto, no Exílio, Dinei se mostra bem insatisfeito com a posição de Antonella que até o momento em que o explorador foi eliminado a argentina estava fechada na aliança com ele, Mateus e Nanah, e de repente mudou o discurso e se juntou a Thomaz e Pyong

Claudinho demonstra certo interesse em Any durante a festa, revelando a Nanah que ficaria com a exploradora, pois fora da casa já teria ficado com todas suas amigas. Nadja e Valesca se mostram cada vez mais próximas já que na aliança que fecharam com Pyong se mostram um elo fraco para eles, é alguém que pode logo ser destacado, quando for preciso. 

Uma semana de muitas reviravoltas dentro do jogo, e provas tensas de se acompanhar, “Ilha Record” continua em seu formato inovador surpreendendo o telespectador e conquistando seu público com surpresas que só o Guardião pode revelar. 

Muitos participantes que vêm fortes para a próxima semana, e alguns que se não tomarem cuidado já estão com forte ameaça para serem os próximos a serem exilados, o que será que vem por aí?

Texto: Gabriel Moura – Embaixador do Prêmio Jovem Brasileiro

Edição: Daniel Outlander

Foto: Divulgação / Record TV

Equipe Prêmio Jovem

Equipe Prêmio Jovem

A maior premiação jovem do mundo!

deixe seu comentário!

CADASTRE-SE ABAIXO

    Skip to content ...