Marília Mendonça e Maiara & Maraisa estão juntas no single ‘Motel Afrodite’

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Música chega acompanhada de clipe.
PARCERIA CHEGA ACOMPANHADA DE CLIPE

Um conceito para cada faixa, um mood para cada faixa, a maturidade das Patroas escancarada num só repertório. Em ação inédita, Marília Mendonça e Maiara & Maraisa lançam três músicas seguidas, uma por dia, no YouTube e plataformas de streaming. A primeira delas, “Motel Afrodite“, já está disponível. Amanhã, 22, é a vez de “Não Sei O Que Lá” e no dia 23, “Todo Mundo Menos Você” fecha o primeiro EP de ‘Patroas 35%’.

Desta vez, as Patroas querem desmistificar vários sentimentos ou formas de agir e pensar que são impostas às mulheres. A série de lançamentos será feita pela Som Livre, e termina no dia 14 de outubro para completar as nove faixas do álbum.

Motel Afrodite“, traz a vivência de uma saudade plena de forma madura e solitária, sem implorar pela volta ou pela presença de alguém. Revisitar o lugar onde se viveu um amor intenso e livre, acompanhada de si mesma e de suas melhores lembranças.

Marília Mendonça e Maiara & Maraisa se inspiram em Beyoncé para capa de "Motel Afrodite / Fotos: Flaney

Mergulhar num sentimento até que ele acabe dentro de você, como dizem: “é preciso chegar ao fundo do poço para se reerguer”. Se for essa sua vontade, faça! “Motel Afrodite” representa este poço cheio de lembranças, é neste mesmo lugar que a força para seguir vai surgir.

A capa escolhida para este primeiro single segue o mood liberte-se do que os outros dizem, e Marília Mendonça e Maiara & Maraisa surgem poderosas e inspiradas nela: Beyoncé!

Ouça:

Assista ao clipe:

Letra

Quanto tempo faz da última vez

O Motel Afrodite perdeu um casal freguês

Suíte 22 se eu não me engano 23

Pernoite depois do café amor mais uma vez

E dá saudade daquela hidro borbulhando

E você me chamando pra gente se amar

Dá saudade do gosto, do beijo e daquele lugar

E volta e meia eu volto lá sozinho

Eu tiro a roupa eu choro e abro um vinho

E a roupa de cama pode até mudar

Mas juro que seu cheiro ainda tá lá

E volta e meia eu volto lá sozinho

Eu tiro a roupa eu choro e abro um vinho

Mas hoje a moça da cabine que adorava a gente

Com dó de mim falou “segue a sua vida, ele saiu no carro da frente”

Daniel Outlander

Daniel Outlander

Tenho 28 anos, sou jornalista e publicitário e Jovemnático! Amo música, cultura em geral, e assino a edição dos textos no site do Prêmio Jovem Brasileiro.

deixe seu comentário!

CADASTRE-SE ABAIXO

    Skip to content ...