fbpx
 

Crush: Saiba porque você tem um amor platônico!

d

Crush: Saiba porque você tem um amor platônico!

Você já teve um amor impossível, ou tem um crush e sabe que não vai passar disso?

Isso tem nome e se chama amor platônico, o que não é algo incomum. Platão, filósofo grego, definiu amor platônico como um amor puro, sincero, o que hoje não se pode definir assim. Atualmente, as definições são bem diferentes da de Platão, em que hoje esse tipo de amor se resume a um amor impossível ou não correspondido, que não tem aproximação ou toque, além de que não tem defeitos e é repleto de idealizações. Na maioria das vezes, isso acontece pela admiração que a pessoa tem pela outra, procurando nela o que falta em nós.

Muitas vezes esse sentimento surge de repente, quando menos se espera. A admiração acaba virando algo a mais e surge uma idealização de amor que não é real. A maioria dos casos de amor platônico acontece em adolescentes, isso porque esses são mais propensos a procurar algo no outro que não enxergam em si mesmos, esperando que aquilo os vá completar. Muitas vezes isso acontece pelo próprio momento que a pessoa passa, como por exemplo, na adolescência, em que buscamos alguém que os dê segurança e confiança de serem quem são para lidar melhor com a sociedade, família e seus preconceitos, procurando definir sua personalidade.

Normalmente, esse amor platônico é despejado em ídolos ou pessoas que servem de exemplo para as pessoas. Talvez, o medo de sofrer, a insegurança e a baixa autoestima interfira para que isso aconteça e seja comum.

A busca desse sentimento em pessoas famosas ou inalcançáveis se tornou comum. Hoje, há muitas demonstrações, como as criações de Fanfics, em que um fã idealiza sua história de amor com seu ídolo, as demonstrações em shows e eventos e até as loucuras realizadas pelos mesmos ao tentar fazer com que a pessoa o note. Logo, é simples dizer que o amor platônico que fãs possuem pelo ídolo é nada mais, nada menos do que a vontade de ter alguém que seja como ele, com as mesmas características, mesmo talento e que consigam ter o mesmo carinho e respeito por estes.

Em contrapartida, as redes sociais também interferem para que isso aconteça, pois abre uma série de possibilidades para que as pessoas possam ter interesse na vida de outras.

Hoje, vivemos uma era em que as pessoas tem fácil acesso a uma vitrine de opções para que seus amores platônicos venham à tona. Tudo então torna-se atrativo e vira alvo de deslumbre para muitas pessoas, fazendo com que elas queiram ter aquilo para suas vidas, o que as deixa idealizar algo que não será possível ter em suas vidas.

O desejo das pessoas pelo que ainda não conseguiram é o que as faz perseguir essa realização da idealização, o que faz com que movimentem sua vida positivamente. Mas quando o desejo se torna necessidade, e até um sofrimento, há um bloqueio e uma sensação de vazio, as tornando ansiosas e insatisfeitas consigo mesmo. A única maneira de acabar com isso é encontrar dentro de si um amor próprio e enxergar a realidade como ela é. Não existe amor ideal, relação perfeita e muito menos conto de fadas. As pessoas possuem defeitos, qualidades e confusões dentro de si, só basta os enxergar e aceitar-los como são. Não deseje a perfeição!

By Juliana Capellato

Post a Comment